domingo, 3 de fevereiro de 2008


É engraçado como a vida é quando não conseguimos tomar suas rédeas. Eu sou o tipo de pessoa que tem deprê-pós-filme( se é que isso existe), sabe quando você assisti um filme e que tudo dá certo no final... e fico me perguntando: porquê não acontece assim aqui também? Lá dá certo... Eu sei que isso é idiotice mas... Minha mãe sempre falava que a mente vazia é a oficina do mal, mas últimamente não consigo manter a mente preenchida com algo de valor, não que meus pensamentos não tenham valor, ou as vezes não tenham mesmo, mas a questão é que uma hora dessas eu deveria estar me preocupando em estudar para a porra do vestibular, o qual não aguento mais ouvir falar ( acho que tanto tempo frente aos livros me deixou um pouco mais desequilibrada). Parece que tá tudo zoneado na minha mente, é como se um furacão tivesse passado e eu só tivesse me dado conta do estrago agora. Enfim, é duro quando as pessoas desacreditam de você e continuam fingindo que tá tudo bem, se eu ganhasse um real a cada pessoa que me diz: é assim mesmo; não desisite; você tem po-ten-ci-al; você é inteligente; faz um concurso ( essa é a melhor, acho que o mundo muda mas os valores continuam, antes status era ter uma boa fazendo, um bom cargo, conhecer um politico, ser prendada, hoje é passar num concurso público ), mas todos com aquele mesmo olhar de coitada, ela não consegue mesmo.



"Quem conhece Deus
sente as coisas internas
e e amigo dos morangos
que nunca morrem"
[Henrrique do Valle , Os morangos são eternos]